maio 13, 2012

Nothing Compares 2 U.


Passaram-se sete horas e quinze dias
Desde que você me tirou seu amor
Eu saio todas as noites e durmo o dia inteiro
Desde que você me tirou seu amor
Desde que você se foi posso fazer tudo que eu quiser
Posso ver quem eu escolher
Posso jantar em um restaurante sofisticado
Mas nada, eu disse nada, pode tirar essa tristeza.

Porque nada se compara
Nada se compara a você.

Tem sido tão solitário sem você aqui
Como um pássaro sem canção
Nada pode impedir a queda destas lágrimas solitárias
Me diga baby, onde foi que eu errei?
Eu poderia passar os braços em volta de todo garoto que eu encontrasse
Mas eles só me fariam lembrar de você
Eu fui ao médico, adivinha o que ele me disse?
Adivinha o que ele me disse ?
Ele afirmou: "Garota, é melhor você se divertir
não importa o que você faça"
Mas ele é um tolo!

Porque nada se compara
Nada se compara a você.

Todas as flores que você plantou, mamãe
no quintal
Todas morreram quando você se foi
Eu sei que viver com você, baby, foi duro às vezes
Mas estou disposta a fazer outra tentativa.

Nada se compara
Nada se compara a você.

Essa música foi escrita por Prince, para a banda The Family. Em 1990, a regravação da canção, por Sinead O'Connor, tornou-a popular em vários países. Regravou essa música logo após a sua mãe falecer.

Mas quer saber de verdade por que eu escolhi essa música?
Porque ela é uma das preferidas da minha mãe. 
Hoje, dia 13 de maio, é um grande dia. Não é apenas um dia onde você dá para sua mãe aquele presente caro, ou baratinho mesmo, só para ela ficar alegre momentaneamente. Não. Hoje é aquele dia onde você vai lá no quarto da tua mãe de manhãzinha, vê ela ali dormindo, ou mesmo na cozinha fazendo seu café da manhã e pensa: "obrigado". Só isso, só um obrigado mesmo.
Um obrigado por todos os ensinamentos, por todos os carinhos naqueles dias difíceis de escola, trabalho ou qualquer coisa que seja. Obrigado pelas brigas, e obrigado mais forte ainda pelas reconciliações no final da tarde. Obrigado pelas conversas. Obrigado, enfim, pela sua presença. 
Mãe é aquela pessoa que eu sempre vou lembrar quando eu tinha que apresentar algo no colégio, ficava com medo, e a via ali no meio da multidão dos pais e pensava: "ah, mas minha mãe tá ali, ela cuida de mim." E cuida mesmo! E vai cuidar até mesmo quando essa estiver de cabelos branquinhos, porque amor de mãe supera qualquer paixãozinha sua boba de adolescente, amor de mãe é aquele negócio de para sempre mesmo, sabe? 
Faz um favorzinho? Agora, nesse minuto, corre ao encontro da sua mãe e dá um abraço muito apertado nela, aqueles de cinco minutos sem soltar, e diga um "eu te amo". Presente nenhum supera um filho demonstrando amor pela mãe. 
Mãe, te amo.
Beijos no coração de cada mamãe! 

4 comentários:

Larissa disse...

Hoje é o dia da pessoa mais importante da nossa vida. Eu nunca escutei essa cantora, mas a letra é linda. Sua mãe tem um ótimo gosto. :)
Estou seguindo. Beijos e tenha uma ótima semana.

http://vitaminadepimenta.blogspot.com.br/
@LariCrazy_

Amanda Cristine disse...

Eu ouvi essas músicas há alguns dias, e achei linda.
Achei mais linda ainda a sua homenagem. Muito criativo mostrar a música favorita dela, pricipalmente uma música tão bonita.
Gostei :)
beijos!
Amanda - Doce Diário

Hugo R. disse...

Oww florzinha, já disse que tu é muito fofa? Já sim. rsrs... Mas realmente a mãe da gente é a coisa mais preciosa... É aquele amor que tá sempre presente, mas que às vezes esquecemos de sua imensidão, simplesmente por estar sempre ali, parecendo até comum. Mas na verdade, é único. Belo texto. ^^

Tati Lemos disse...

Lindo, lindo!

Feliz dia das mães a elas, mãe é mãe né, nem precisa dizer mais nada.

Beeijo!