maio 15, 2012

Eu não sei o que é amor


Foi um título ou uma frase? É um texto ou um desabafo? Não sei, talvez ambos. 

Amor. É verbo? Eu amo minha mãe, meus gatos, meus amigos. Você ama sua família, sua banda preferida de rock alternativo. Ele ama ela. Mas ele já amou você. Talvez eu amarei, nós amaríamos, eles amarão... Complicado. Por que não posso simplesmente dizer: "eu amo, amei e amarei?" Não quero esse negócio de amaria, amava, e qualquer outro que não seja fixo. E as certezas desses meus tempos verbais? Não, é demais! Acho que amor não é verbo. 
É substantivo? "Ei, amor, vem aqui." No meu vocabulário nunca nem passara pela cabeça essa tal sentença. Amor é pessoa? Mas de qual gênero? Tá falando de mim ou do carinha ali do lado? É amor de quê? De Oliveira? Somos parentes? Ih, complicou. Amor não é substantivo, nem próprio, nem comum, nem nada. 
Tô achando que amor é adjetivo. Quer ver só? "Aquele menino é um amor de pessoa." Tô qualificando o sujeito, não estou? Viu, tá aí, acho que encontrei. Mas... O que é um menino que é um amor? É um menino que ama muito? Mas amar não é verbo. É um menino que se chama amor? Mas amor não é um substantivo. É um menino que... que... não sei. 
Eu não sei o que é o amor. Eu não sei usar o amor em verbo, o eu te amo nunca gosta de sair da minha boca, e isso é amar, não é? Me disseram uma vez que era, fiquei pasma, acho que nunca amei. Melhor assim, uma vez vi uma menina aos prantos e ela disse que era por causa do amor, agora não sei se falava do substantivo ou do verbo, só sei que nunca conheci e nem quero sofrer a ação dessa tal palavra. Amor. Chega a dar arrepios. Dói mesmo?
Outra vez, na rua, vi um casal de namorados abraçadinhos correndo da chuva. Achei aquela cena tão bonita! Perguntei para um senhor que também os observava se aquilo era amor, e ele sorriu. Depois de um tempo pegou na minha mão e disse: "Não minha querida, ali é muito cedo para o amor, ali é outra coisa. Paixão!" Paixão é bonito. Paixão não dói, não tem lágrimas nem nada, gostei disso. Mas acho que a paixão eu já conheço...


Um texto bobinho, escrito assim, no meio de uma tarde de segunda-feira chuvosa.
Uma ótima semana para vocês.
Beijos no coração! 

6 comentários:

Kellen Ribeiro disse...

Que texto mais lindo, Lara, adorei.

Ariana disse...

O amor é um sentimento simples e ao mesmo tempo intenso, porem nós complicamos ele.

Lindo texto!

Beijos

AquilesMarchel disse...

ae pessoa anti social rsrs
sempr escrevendo maravilhosamente bem


paixao paixao
aiai

Milena Lobo disse...

Lindo Lara, como sempre, mas acho que é uma adjetivo quer ver?
Seus textos são uma AMOR!
Beijo :*

Anônimo disse...

Olá Lara, como estás hoje ? Meus comentários não são seguidos não é mesmo ? Rs. Pois bem, sou assim, indecisa como esse seu texto.
Mas há algo em seus textos que me faz relembrar algumas cenas nas quais vivi.
Quando você escreveu que "paixão é bonito", concordo. Pois não dói, não machuca, não derrama lágrimas, não deixa marcas ruins.. Eu amo os seus textos, mesmo que minha cabeça me faça lembrar de alguns acontecimentos.
Lembrei com esse seu texto, em outubro de 2009, aqui na minha cidade chove muito, lembro que eu estava andando com meu antigo namorado pela rua, e de repente, gotas começam a cair, olhamos um para o outro em meio daquelas gotas, e nos beijamos. Foi beijo de cinema. Com ele vivi uma linda paixão, durou tão pouco, mas não sofri quando terminamos.
Então, seus textos me fazem sentir saudades de um tempo que eu não vou ter mais, só os tenho em pensamento. Nos seus textos eu e creio que muitas outras garotas se identificam, não precisa ser com todos, mas a maioria sim. Não me canso de dizer que seu blog é perfeito, seus textos nem se fale, é um conjunto, tudo é perfeito, desde as flores do background até os comprimentos finais dos seus textos. Parabéns. ♥

Iasmin Cruz disse...

Que textos mais lindo, o amor é lindo, complexo e encantador.. Não tem que definir esse sentimento, não há termo capaz de falar dele.

http://iasmincruz.blogspot.com.br/