novembro 12, 2010

Enfim, vazia.

    Com essa lágrima seca em caminho a boca, essas calças já molhadas na barra, essa jaqueta velha jogada pelos ombros e esse cabelo desarrumado a voar com o vento eu andava pela aquela mesma avenida que andamos semana passada. Só de lembrar, me dói aqui no peito. A palavra "passado" já me machuca, e a "lembrar" me corrói. Deveria ser assim mesmo? A história tá mesmo sendo escrita certa em linhas tortas? Será que não estamos indo torto nas nossas linhas retas? Chega, acabou e coração pare de se lamuriar, olhos parem de chorar, dor pare de doer, e que eu.. que eu pare de amá-lo. Por mais difícil, por mais doloroso, esse amor de agora nada mais adianta. Queria apertar algum botão, e esvaziar toda a dor, todo o amor, toda a alma, e voar. Esquecer da vida, dos problemas, do mundo, me desligar. Sentada agora na praça, olhares esquisitos vindo daquela família da esquerda, vontade mandar se danar é grande, mas a força pra falar não.
    Se eu subir nesse banco, gritar no alto falante da loja ao lado teu nome, você volta? Se eu disser que tá doendo assim, você volta? Se eu gritar que o coração aqui tá quebrado, você me dá aquele abraço - com direito a beijo surpresa de brinde - e volta? Se eu lhe escrever um poema romântico e dizer que todos os outros já escritos eram pra ti, você vem? Mente, não me mande esse "não" na testa, a dor já é grande demais pra mais uma facada final. Assim destruída eu volto pra mim, engulo meu coração e deixo as lágrimas rolarem, é melhor assim. Esvaziar.

Texto feito para a "Edição Musical" do blog Bloínquês, onde deveria ser inspirado na música que foi dada, enfim, boa sorte pra mim! haha :) 
@MEscritas #MemoriasEscritas

15 mini memórias:

Também queria esse botão.
Muito bom o texto! *-*

'A palavra "passado" já me machuca, e a "lembrar" me corrói.'
Amei essa parte </3

Abraço e boa sorte :D
seus textos ultimamente tem seguido esse mesmo raciocinio. voce ta vivendo mesmo esse momento?

bjs
Também queria esse botão[2].
É ruim quando passamos por uma situação parecida, vc descreveu tão bem, me senti Ela. Sempre bom Lara, parabéns, bjs :*
Oi flor lindo blog o seu, obrigada por me vistar ...
Amei o texto!

Tô seguindo aqui também!!!

Beijos flor!
É que nem aqueles balões que a gente guarda quando é criança, e um dia ele esvazia, aos poucos, mas esvazia...
beijos.
adorei! já me senti muito assim, com vontade de ir a um lugar bem distante sem nada que me fizesse lembrar ele.
Acho que escrever essa história nas suas linhas certas é mesmo se desapegar do que não te faz bem, e se agarrar com todas às forças ao que te faz sentir única, essencial, feliz. Chore, curta esse momento de dor, e quando você renascer, vazia mas inteiramente sua, o mundo voltará a sorrir.
Beijos!
muito obrigada pelas palavras lá no blog. "Assim destruída eu volto pra mim, engulo meu coração e deixo as lágrimas rolarem, é melhor assim. Esvaziar." achei seu canto muito meigo. sabe, eu tenho uma esperança traiçoeira, e desconfio com meu pessimismo. mas sempre espero um beijo, uma volta para o felizes para sempre. beijos!
Também queria esse botão [3].
Eu queria as vezes apagar da memória tudo que me faz sofrer. Esvaziar a mente e o coração as vezes é bom.
Lindo texto, sigo-te também.

Beijos
Ah e ela queria tanto esquecer,e parar com essa dor,pena que não mandamos no amor,e nem na dor que ele nos traz ás vezes.

Belo texto,você escreve muito bem,além de ter um lindo blog *.*
Obrigado pela visita lá no meu e por me seguir,espero que eu possa sempre voltar aqui o/

Beijos
Oi to aqui di novo para pedir para você entrar nesse link aki http://memorias-que-tocam-o-coracao.blogspot.com/p/pegue-seu-selo.html e pegar seu selo "Esse blog é realmente um espetáculo". E quando pegar por favor deixe o aviso lá no meu blog :D obrigada
Quando vc se esvaziar pode descobrir q está mais cheia de coisa boa do que imagina!
beeeijoos
p.s e muito obrigada pelas palavras doces lá no blog
oi, queria te pedir uma força pra uma coisa no meu blog 'no papel da bala'. Se puder... :D

valeu! obrigadão.
Tão meigo, tão real.. Nós mulheres-meninas não cansamos de amar. E não temos vergonha de admitir que sim, queremos de volta. Saudade é um sentimento tão doce e tão traiçoeiro ao mesmo tempo. E as vezes parece que nem o vazio basta. Adorei suas palavras e já te sigo, beijão :*
Esvaziar-se é uma das coisa mais dificies, e doloridas, de se fazer. Na maioria das vezes, acabamos nos arrependendo, voltando atrás. Maldito coração!

Beijo!

Postar um comentário