agosto 12, 2010

Essa noite não resisti, tudo veio á tona e desmoronei. Chorei. A tempos isso não me acontecia, á tempos guardava e as acumulava, essas lágrimas não seriam fáceis de lidar, e não foram. Por que pensamentos tão cruéis me vieram a mente? Só porque serão meu futuro, não acho que conseguirei encará-los. Se derramei oceanos com um simples pensamento futuro, imagine quando for meu presente. A culpa gira em torno do "nós" que nunca existiu. A culpa gira em torno de novamente o amor me deixar na mão, sozinha.
Perguntaram-me uma vez porque sofro de amor, tá aí uma bela questão. O amor pra mim é lindo, maravilhoso e contagiante.. até a parte em que o mocinho se vai. É assim que tudo sempre acontece: um olhar, um sorriso, carinhos, beijos, e por fim, dolorosas lágrimas. Mais uma noite, derramando lágrimas pela distância, pela saudade, por você. Sou uma tola, estou adiantando toda a dor, afinal ainda estamos aqui. Não era só isso, todos os problemas desabaram em conjunto, junto a mim.
Essa noite não resisti, pensei em mim, em você, no nosso nós. Por isso então digo, essa noite não só chorei, me desmontei. Lembrei de outros nós, de outros você, até mesmo de outros eu que jamais voltarão.
Assim acaba, eu a distância e um amor mal acabado. Não aguento mais vírgulas e reticências, necessito de um ponto final em minhas histórias.

4 mini memórias:

" Lembrei de outros nós, de outros você, até mesmo de outros eu que jamais voltarão.
Assim acaba, eu a distância e um amor mal acabado. Não aguento mais vírgulas e reticências, necessito de um ponto final em minhas histórias. "
amei, tudo que eu queria dizer @@ parabéns
Bia Oliveira:. agosto 12, 2010
tá lindo lara <3 amo seus textos, vc escreve super bem. vá vendo de escrever um livro hein 'rs. já q vc ñ quis se inscrever pra garota fantástica.. vai ser escritora, poetisa :D
Ótimo. Como de costume...

Tem um selo para você no meu blog. Pega lá! ;)

Postar um comentário