dezembro 09, 2010

Minha parte

Aperto o play daquela música de novo, eu não devia fazer isso. Cada toque uma sensação, um sentimento, uma pessoa, uma memória. Nada tão distante assim, semana passada, ontem, essa manhã.. Mas eu lembro de cada detalhe como um filme, e assim vai indo até que contrái ao máximo o coração me restando uma falta de ar danada. É ele de novo, sempre é. O abraço dele está aqui, o perfume dele ainda dá pra sentir, suas mãos ainda brincam com as minhas, o coração tá tremendo, as borboletas voando, e pensar, que isso é só mais uma lembrança. Não era esse ele que eu deveria pensar, não é esse ele que deveria dominar minha mente, não é esse ele que invade meus sonhos, mas é ele que tomou conta da minha mente á dias. Nada de amor, nada de paixão, é uma tal de curiosidade. Mas eu não posso fazer isso, eu não posso pensar nele, o que diabos estou fazendo aqui escrevendo sobre esse nós? Precisava esvaziar. De alguma maneira eu precisava te tirar de mim, transformando em textos, poesias, músicas, qualquer coisa. O que eu queria mesmo é arrancar, igual se arranca uma roupa, meu coração. Tirar aquela parte que agora escreve teu nome, e deixar só o dele. Ou nem o dele. Deixar a minha parte. 

Esse texto é bem antigo, mas fiquei com vontade de postá-lo. Espero que gostem! Ei, o ano tá acabando e ainda não cheguei nem nos 230 seguidores :( 
Me ajuda a chegar em 250? Por favor! 
@MEscritas #MemoriasEscritas

15 comentários:

More Than Words disse...

Um dos melhores textos que você já escreveu. E olha que eu sou apaixonada nos seus textos hein hahaha me identifiquei por completo! Tudo que eu estou passando nesse exato momento! Parabéns mais uma vez Lara, sucesso!

Elania disse...

Lara, lindo texto. E me identifiquei nele ):
Bom, bjs e vc chega lá(250 seguidores), como já disse.
Até.

Gabriela Furtado disse...

Às vezes é melhor que deixemos certas músicas sem serem escutadas...
beeeijoos

Jeniffer Yara disse...

Eu gostei sim do post *.* Você escreve muito bem garota!

E ah sobre seus seguidores,não esquenta não,até acabar o ano você consegue ;)
Uma dia: divulgar no orkut,ajuda!

Beijos

Carolyne Mota disse...

É sempre bom arrancar do peito tudo aquilo que não devemos amar, e deixar apenas a nossa parte. E sempre o "eu" em primeiro lugar.

Lindo texto!

Beijos :*

Marcelo Soares disse...

É tudo o que sinto agora, minha fase ''tentar esquecer esse alguém'' esta comendo meus animos e forçar, e tudo parece me levar de volta a pessoa.

Desculpe o sumiço, passei uns dias na casa da minha irmã, fiquei sem internet!

Beijo

giselaine alves ♫ disse...

selinho no http://happinesshared.blogspot.com/ para você! :*

Marie Raya disse...

Cada detalhe uma lembrança, sempre assim. Mas precisamos pesar até que ponto determinadas lembranças nos fazem bem, ou mal. É preciso guardar as lembranças sem esquecer de viver o presente. Adorei o texto :*

Camila Paier disse...

A gente sempre remete os pensamentos pra quem não devemos. Até o último farelo de amor, é assim. Daí chega outra pessoa, outro alguém, e muda todos os nossos planos. É o ciclo!
Um beijo, guria

@yasmin_vizeu disse...

Lara, sua linda! Adorei o blog, seus textos e tudo por aqui. Tudo muuuuito fofo, amei *-*

Se quiser passar pelo BDSophia, adoraria te ter por lá :)

:*

Paula Cristina disse...

Nossa, seus textos são perfeitoos ^^
me identifiquei com muitos.
adorei tudo aqui. :)
Estou te seguindo, blz?!
beijoos, flor. :)

♪ Nαdine. disse...

Tem selo pra você no meu blog,
sua linda. Abraço.

dear sarah disse...

Coisas boas e ruins ficam guardados em nós. É inevitável, mas o tempo consegue apagar algumas delas..
isso é bom e ao mesmo tempo ruim.

bj flor!

Jéssica F. disse...

quem dera se a gente pudesse mesmo arrancar as pessoas como arrancamos as roupas, mas infelizmente, cada pessoa que conhecemos, não importa o que faça pra gente, fica guardada em nós.
vou seguir seu blog, viu? espero que consiga sua meta, bjos :*

Thais Miranda disse...

que lindo lara *-* ''Mas eu não posso fazer isso, eu não posso pensar nele'' e sempre nos vem a cabeça de algum jeito