novembro 06, 2010

Borrões.

Hoje eu não vejo a lua, eu vejo um borrão nesse céu ainda claro em plenas oito horas da noite. Lua, cadê você, eras uma ótima amiga pra lágrimas e textos. Mas agora nem lágrimas, nem lua, nem texto. Isso é um borro de palavras, um borro de lágrimas, um borro de lua. E um borro de amor. Uma pincelada mal feita em uma tela, um amor novo sendo pintado no coração. Mal feito, lento, e até um tanto estranho. Lua, cadê você? Tenho algumas perguntas pra ti novamente. Esses borros só que me atrapalham, quero fatos concretos, linhas certas, algo definido. Nuvens, deixem que a lua entre e me clareie a mente! Vamos, eu preciso de alguma luz. É um blackout na vida, sabe, escuridão total e nenhuma vela por perto. Só que os blackouts que eu conhecia duravam no máximo uma ou duras horas, mas esse tá a quase um mês. Tem um problema aí, não tem lua? Ah é, a lua não veio hoje, só veio o borro dela. O amigo também não veio, deixou-me um bilhete borrado, e se fora. O amor também não veio, deixou um beijo borrado no colarinho e se fora. O texto não chegou hoje, deixou-me essas palavras borradas e se fora. 

Primeiramente obrigada pelos comentários do post passado, foi um dos mais comentados até hoje! E tenho novidades ali em cima, nas páginas: Créditos e o mais importante Recadinho! Beijos. @MEscritas #MemoriasEscritas

10 mini memórias:

Um amor sem lua é mesmo um amor incompleto. O que, então, admirar de mãos dadas, de olhos juntos, de corações abertos, cheios e em conjunção? A lua é o que nos lembra e faz suspirar; e sem amor, o sol não nasce no dia seguinte. Tudo se torna manhã de chuva.
Beijos!
Pois há de se dizer que se for somente um burro mesmo, é um borro lindo e encantador. Sincero.
Beijo grande!
Nossa que final lindo! *-*
Posso ser sincera? Não sou fã de luzes, adoro as cores opacas, adoro a noite, o escuro.
Mas as vezes precisamos da clareza das coisas pra continuar ...

adoro seu blog (:
lindo mesmo! um beijo flor.
Esse foi teu melhor texto, pra mim. Adorei lê-lo de verdade, e fez muito sentido. E eu gostiei! xD

Bjao téeee sempre
Obg pelo comentário linda *--*
Eu amei seu texto. Não é algo concreto, inteiro, é apenas um pedaço, um borro, de tudo...
Lindo, bjs :* e boa semana.
Boa terça-feira querida.
Oi =)
Não sei se você se lembra de mim, mas eu sou Felipe Sali o escritor da história "Ick Perspectiva"

Em todo caso você deixou um comentario dizendo que adorou a história, e eu me sinto obrigado a explicar que ela parou de ser postada no blog, mas que foi postada na integra numa comunidade no orkut.

Para mais informações me add no felipe-harry@hotmail.com

Gostei muito do seu blog parabens

Bjos
Bonitas palavras borradas!
Gostei do sentimento contido no texto.
beijos.
Líbia Franco novembro 10, 2010
Um dos seus melhores textos! Parábens Lara, como sempre me impressionando *-* 'Coração de borracha, porque hoje eu quero esquecer das dores, dos beijos, dos amores'

Postar um comentário