julho 01, 2010

Me disseram uma vez, há muito tempo atrás, que no final ela conseguia. A mocinha e o mocinho felizes teriam um final juntos, para sempre. Claro, a infantilidade me ajudou a acreditar nisso, e a vida a (des)acreditar. O mocinho até estava aí, mas a mocinha não soube dar o valor. Preferiu o vilão misterioso e impossível de ser alcançado, enquanto largava o mocinho ao vento, sozinho. Pois bem, ele se cansou e partiu. E a mocinha, tola, o perdeu. O vilão é cruel, ela já sofreu por ele, sofre e sofrerá mais ainda se continuar com esse sentimento bobo. Sim, é bobo mesmo. O mais "bobo" de tudo isso é a facilidade com que tudo pode se desmoronar. Um simples movimento infalso, e pronto, o mocinho desiste. Não o culpo, pois ele tentou até o seu quase máximo. Olhares, sorrisos, palavras, gestos, e a mocinha nunca se importando. Pois bem, ele é humano e não iria se humilhar mais ainda por alguém que não valia a pena, e humanos desistem, humanos sabem o que e quando fazer (sabem mesmo?). O mocinho achava que sabia, outro tolo. 
A mocinha chorava e chorava, o amor pelo vilão não era algo bonito, era cruel assim como ele. Doia. Machucava. Cortava. Ela depois de muito lutar conseguiu, seu coração agora era livre daquele que só a magoou. Relembrando de tudo que passava, a mocinha em uma tarde qualquer se lembrou dele, aquele menino que sempre esteve por perto, segurou sua mão e limpou suas lágrimas uma vez.. Mas, quem era o menino? As memórias agora eram mais claras. Ele era bonito, era romântico, era educado, era sorridente, era seu amor. É, ele era. "Onde está o meu amor?" questionava a mocinha a todo tempo, ela quer o mocinho. Buscou, procurou, correu, lutou, chorou, gritou, e achou. Ao longe o viu, o belo mocinho a aguardava embaixo daquela mesma árvore velha que ela sempre chorava. E pela primeira vez as três palavras conseguiram saltar de sua boca, o "eu te amo" selou o final. E o beijo, o ponto final. 


Finais felizes, amores correpondidos, 'para sempre' eternos.. Se isso só acontece em histórias, pois bem, alguém escreva a minha agora. Necessito disso, tudo isso. E agora.


* Foi criado um perfil de comunidades inspirados em alguns blogs, e o meu está lá. 
Gostaria que dessem uma olhada ,e se pudessem participar eu agradeceria. O perfil é este
Obrigada por tudo até agora!

6 comentários:

Thais Miranda disse...

ownt, que lindo lara *-*

@biiaaholiveira disse...

mto lindo Lara, e bem real *-*

Gabis Morgante disse...

Muito bonito Lara *-*

Parabéns pela história que é super real, e tenho certeza que já aconteceu com muitas pessoas, incluindo a mim, infelizmente mas no meu caso, nunca consegui gostar do mocinho =[

Beeijos!

nada pra você. disse...

Isso sim é um conto de fadas real.
Lindo Lara *-*

Déborah disse...

Tudo de perfeito seu texto *-* E é uma super verdade: sempre acabando nós arriscando, trocando o certo pelo duvidoso, no caso o vilão e o mocinho. Beijos

' Lorrana Oliveira disse...

MUITO LINDO *-*