julho 05, 2010


Bipolaridade ou não, eu não sei. Mas agora tudo está de pernas pro ar. Venci a luta, consegui o que tanto queria, não totalmente, mas muito mais que cinquenta por cento. E agora? Cadê a felicidade que me tomaria depois da grande guerra? Está escondida. Espero mesmo que esteja escondida pra aparecer depois de um tempo, porque se ela não existir eu pergunto, por que lutei?

Seus olhos já não são tão misteriosos assim, posso até dizer que um pouco de toda aquela beleza se foi. Sua voz constante próximo a mim não me intimida mais, acostumei. Virou rotina. Nada me impressiona. Será você? Será eu? Nós, talvez.
Percebe-se que estou perdida, tão perdida que nem mesmo pra escrever essas simples frases corretamente estou sendo capaz. Quando me encontrar eu volto, preciso me achar. Me entender. Passar horas e horas olhando pro nada com um fone de ouvido e uma música no último, eu realmente preciso. Fugir. Sumir. Um momento pra mim, pro meu eu se encontrar e voltar para meu corpo. Eu não quero, eu realmente preciso que algo se esclareça. Onde está a luz no fim do  túnel afinal?
 Finalizo assim, sem um final, somente eu e meus pensamentos a mil em minha mente. Algo normal. A minha mais nova rotina. 



E as cagadas não me deixam em paz. "Cadê o meteoro?
Leia!

8 comentários:

@biiaaholiveira disse...

mto lindo Lara, como todos os outros :]

Carol Schittini disse...

Você disse exatamente TUDO para clarear meus pensamentos! hahahahahaha parabéns, de novo.

Júlia Azambuja disse...

Toda menina precisa de um tempo só pra si. Acho que todos precisamos. Calma, a felicidade esta em você, ela só precisa de um tempo pra fluir. Aguente firme, eu sei que você é capaz :) Lindo lara.

Gabis Morgante disse...

É horrível se sentir assim, perdida e acredite talvez você nunca se encontre mas as coisas vão clarear, o primeiro passo é tomar as decisões difíceis pra sair da rotina! :)

Beijos!

Mister Neurotic disse...

Eu sou muito perdido, sozinho, confuso. Entendo perfeitamente o que sente. Ou talvez não. Talvez sua dor seja diferente da minha. Mas o pior é que as pessoas não gostam de mim porque me julgam depressivo demais, triste demais. (Adorei a fotinha da Hayley, Mil beijos)

Thais Miranda disse...

ameei :D

thelittlegirl ♥ disse...

é, sei exatamente como é quando se precisa dar um tempo x:

Ingrid disse...

Muito bonito copia no meu blog!