julho 11, 2013

Talvez seja você


Quem sabe, talvez possa, quem dera, fosse você. Fosse você o que? Não sei, só que fosse. Fosse você na janela, atravessando o jardim, colando meus lábios, me completando. Completando o vão entre os dedos, o espaço dos braços, o coração ao meio, as frases de reticências. Pois é, talvez seja mesmo você. É você? É você ao telefone? É você naquela mensagem? É você caminhando na quadra de cima? Nunca é, mas aqui é sempre. Por mais que já tenha dado oito "você" só nesse trecho, um você já valeria. Mas tem que ser com todas as letras, um você completo e presente.
Queria mesmo que fosse você. Talvez até seja, mas se tivesse num contrato assinado por você dizendo "sim, sou eu o seu você" me tranquilizaria um tanto. Porque tem que ser você, já não era ele, não foi aquele, só me resta você. E se não for você, só sobra eu. Eu só comigo não encaixa, ainda sobra vãos, lacunas, espaços e saudades. Sobra o vazio que faz eco nessa e noutra noite. Me sobra. E eu já não sei lidar com pedaços que faltam, com a minha falta. Ah, como poderia ser você...
Porém, talvez não seja você. Ai, por que? Porque você não está aqui, você já foi e não deixou recado com a secretária, não há registro teu no telefone, celular, fax ou e-mail. A campainha continua muda e não traz você. O interfone não diz que a tua voz chegou lá embaixo. Não tem você. Mas se não for você, como é que fica? Todos esses atrasos e contas vencidas eu entrego para quem? Essa carga que levo todos os dias divido com quem? Espero que seja você. 
Se for você a carga fica pela metade, as contas a gente joga fora e os vãos lacunas espaços e saudades vão embora. Mas que você fique. Pra ser você a gente deve ficar. Talvez não hoje, nem amanhã, nem mesmo mês que vem, que me trará mais uma conta vencida, mas é preciso presença frequente. A lista de chamada está lotada de ausências, o número máximo de faltas vai estourar. Não deixa! Se você quer que seja você, aparece vez ou outra, manda um sinal aqui ou ali.  
Porque, menino, cê não faz ideia do quanto eu queria que fosse você. 

3 mini memórias:

Ah, me lembrou tanto certa pessoa que faz parte da minha vida. :(

Um beijo,
Luara - Estante Vertical
Lara, você e suas doces palavras...
Muito bom, como sempre!

beijos
Anônimo julho 28, 2013
Que lindo, ja pensou em escrever um livro ? por que eu com certeza compraria

Postar um comentário