novembro 15, 2011

Com você


Só queria conseguir te reconfortar de alguma maneira, dizer algumas palavras ou algum gesto quem sabe. Tu merece tanto! Queria conseguir olhar nos teus olhos e fazer com que os meus brilhassem do mesmo que os teus brilham. É tão bonita a forma do teu rosto quando vira assim, meio com dificuldade de disfarçar, pra me olhar em um intervalo qualquer. Tuas brincadeirinhas idiotas me fazem rir mesmo não tendo um pingo de graça, mas é que o sorriso de canto de boca que elas causam me deixa boba, é o meu preferido. 
Queria que parasse com esse teu jeito carinhoso comigo, eu sei que sentirei uma baita falta quando tu perceber que não vale a pena. Mas ao mesmo tempo gosto, é tão boa a sensação de saber que alguém realmente olha pra ti mesmo sem maquiagem, sem roupa bonita ou qualquer coisa do tipo, alguém que gosta de ti e pronto. E por que, me diga coração, por que esse tu não me deixa amar? Porque escolhes logo os impossíveis, os que estão longe, os que já tem coração tomado por outra... E eu fico com esse peso por não saber dizer "não" e nem partir pra um "sim" falso. 
Não continue a tocar minha cintura desse jeito, nem muito menos ouse aproximar tua mão da minha... Não! Por favor volte, está frio e teu abraço anda me confortando tanto. Tu sabes que é difícil pra mim, eu ainda penso nele, vejo ele, amo ele. Me desculpe. Te preciso por perto, tu me dá forças pra continuar a luta contra o coração do contra que cisma em bater mais forte que tudo aqui dentro. Não foges só porque recuei um avanço, continua aqui e me ajuda a superar aos poucos. Não é tão simples quanto pensa, o amor não cresce assim aos montes e nem se vai no minuto. Amor é coisa de tempo, e isso é o que eu ando querendo de você. Com você. 

Oie, como vocês estão? Espero que esteja tudo bem. Primeiramente devo dizer que esse texto é um tiquinho fictício (quem dera fosse verdade, haha), mas ainda se encaixa no momento. Ando feliz, e isso faz com que se torne ainda mais difícil escrever. Esse texto é bem antigo, fuçando aqui tive vontade postá-lo. O PAS ("vestibular" que eu estou estudando, por isso deixei o blog meio de lado) acontecerá nesse fim de semana, estou com medo, mas um tanto quanto tranquila, assim que passar irei voltar com o blog normalmente (aeeee! hahahah). Agradeço aos que continuaram aqui lendo, mesmo que raramente, esses meus desabafos. Logo, logo eu volto! :)

9 comentários:

Bia Oliveira disse...

Lindo texto Larinha, parabéns <3
Ando meio sumida dos comentários, mas saiba que eu sempre entro e vejo se tem algum texto novo :3
Por fim, boa sorte no PAS!
Beijos.

Ariana disse...

Texto maravilhoso, meu sonho ter alguém assim pra mim.

E boa sorte no vestibular, vai dar tudo certo!


Beijos

Sixx Stardust disse...

Oie Lara,
em primeiro lugar devo dizer que seu blog é lindo... e eu adorei o texto.
O coração (esse traidor) geralmente apronta conosco, não nos permite a escolha certa. Nem algo parecido com isso.

Boa sorte no seu vestibular.

kisses

LarissaB. disse...

Lara, será que algum dia escreverá um texto ao qual eu não consiga me encaixar mesmo não estando passando por tal situação? tu és muito linda, por dentro e por fora! continue assim, sempre! <3

Gilstéfany L. disse...

Que lindo Lara, me identifiquei (novamente) com algumas partes do teu texto. Perfeito :)

Luiza disse...

Oi linda. Que ótima definição, coração do contra. Mania de gostar de quem não dá a mínima e dar a mínima pra quem não gosta. Boa sorte pra ti no vestibular e espero que dê tudo certo. Beijões

Jeniffer Yara disse...

Texto lindinho, como todos daqui *-* Ter um amor que não é correspondido, mas agora por você,e querer amar esse amor tentando esquecer o outro que é errado ou impossível de ter; eu sei bem como é isso. rs

Acho que já passou a prova do teu vestibular, mas ainda desejo que tenhas feito uma ótima prova e que dê tudo certo *-*


Beijos

@yasmin_vizeu disse...

ai ai... como consegues? Este texto me fez rir ao me identificar tanto e me emocionar com tanta delicadeza. Sei bem, e acho que bem até demais, como o coração é desses que nos prega essas peças chatas de escolher justo os impossíveis. E parece que exatamente os impossíveis são os mais perfeitos aos nossos olhos. Sabes do que eu falo, talvez. Uns estão longe demais, outros com dona. Quando não, OS DOIS! haha é pra acabar com a gente, não?
Adorei o texto, me vi escrevendo-o.
E quanto ao PAS, tenho certeza que irás muito bem nele, boa prova!

Raúla Yasmin disse...

Teu blog é lindo, menina! Nem preciso dizer, não é? rs
Adorei o texto, lindo! Profundo.. Ah, o amor... *--*
Bom, tenho certeza que tu já fez a prova, mas te desejo mesmo assim, muuuita sorte ;)
Tudo de bom!
Beijos :*