julho 12, 2010
Sinto sua falta. Falta das risadas bobas até altas horas da madrugada, daquele assunto sem nexo algum, daquelas perguntas complicadas, falta de você me chamando aqui no canto dessa tela, falta de você aqui falando comigo, falta de você comigo. Odeio toda essa distância quilométrica, e odeio mais ainda essa distância que criamos entre nós que até então era inexistente. Aquelas músicas que você me mandava agora estão bloqueadas, é só escutá-las e relembrar cada hora que se passava como segundos quando estávamos juntos. Odeio tudo isso, mas odeio mais ainda ter que me referir a você no passado. Me corta. Me machuca. 



Te espero aqui, no mesmo local, a mesma hora.. Não. Em qualquer lugar, em qualquer hora, sua presença não irá me incomodar. Nunca incomodou. Pelo contrário, faz muita falta aqui comigo. Volte logo.

7 mini memórias:

ownt, espero que isso s resolva entre voces...
LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO *-* "Sinto sua falta. Falta das risadas bobas até altas horas da madrugada, daquele assunto sem nexo algum, daquelas perguntas complicadas, falta de você me chamando aqui no canto dessa tela, falta de você aqui falando comigo, falta de você comigo" PARABÉNS, como sempre, nao precisa nem dizer né. Um beijo Lara! ><
Eu sei como é se sentir assim, não suportar ouvir uma música só porque ele vazia lembrar ele, e isso dói muito! :(

Ameei o texto Lara! :)
Parabéns!

Beeijos!
Você sabe que eu sou apaixonada nos seus post's. Cada vez mais lindos. É como se fossem feitos para mim. Tá de parabéns, meu bem
Cara, chorei largado aqui D:
tens noção que eu sei EXATAMENTE como é sentir cada uma dessas coisas >.<
quando der vou repostar no meu blog *-*

Parabéns õ/
Vaii viraar comuniidadee! hihihi (:
Como eu sempre digo: o odiar é o mais próximo de amar.
E como a saudade nos corrói, nos sufoca, nos consome.
Não tem como não amar esse texto :D

Postar um comentário