junho 05, 2010


Seria demais eu te pedir uma única informação? Por favor não a negue, ela será o ponto mais crucial entre nós. Eu não sei se você sabe, mas toda essa situação já está me definhando cada vez mais. É, não sou tão forte quanto você, isso é óbvio e você sabe. Acho que por isso mesmo, por você saber, é que continua agindo assim. Quer me ver sempre pra baixo? Ah, não é isso. Você quer me ver sempre vendo você, querendo você, te almejando e idolatrando. Então desculpe te dizer isso, mas acabou. Toda aquela idolatria e ilusão sobre você já não me pertence mais, entrego-a para a próxima idiota que passar. E olha que coincidência, já temos várias de plantão aqui para ocupar meu cargo. "Aguardem e já o terão para vocês." será minha única frase. Elas já sabem o que fazer, ou seja, meu trabalho por aqui acabou. Todos os planos que a minha mente guardava, agora escorrem juntamente com a chuva numa cidade qualquer, só que essas, escorrem á minha face. Por mais que sejam lágrimas traiçoeiras e tristes, eu não me sinto triste. Um sentimento diferente me invade, é algo como "dever cumprido", continuo não me compreendendo. Isso seria normal? Uma parte se corroer e se derramar em lágrimas, enquanto a outra se sentir orgulhosa de tudo isso? Não é normal. Não sou normal, ou melhor, o amor nunca foi uma coisa 'normal' pra mim. Mas não vou perder meu tempo, não mais. Você já o roubou demais, agora necessito mais do que nunca dele de volta. Viver com ou sem alguém, ganhando ou perdendo, caindo e levantando, indo e voltando, contudo, com um simples e forte sorriso ao rosto é o que preciso. É assim que a vida vai sendo levada, até a sua chegada. Com ela tudo muda, o mundo muda, o sorriso muda, só algo volta, o meu sentimento. Como disse, não sou tão forte quanto você, e você sabe. Porém, tudo escrito aqui terá outro final se me der um único sinal, uma única resposta, da qual a pergunta ambos já sabemos. 
Regredi. O começo já está a tona novamente, estou eu aqui, esperando por você.

5 mini memórias:

Mais que perfeição de palavras, vocc é magnífica ! Parabéns linda ♥
Anônimo junho 06, 2010
que texto PEEEERFEITO
Maravilhosamente o modo como você põe as palavras tão sinceras, convincentes, relexivas e confiantes. me identifiquei muito com o texto, e pra mim também, o amor nunca foi uma coisa normal. Parabéns!
aah muito bom seu blog,
encontrei por acaso e virou rotina
ler seus textos.
Parabéns pelo trabalho linda.

*:

Postar um comentário