junho 12, 2010

Deixo bem claro aqui que a postagem anterior de nada vale depois do ocorrido de ontem. O nosso ocorrido. Toda aquela liberdade conseguiu correr de volta aos seus braços, e você sem demora a abraçou com força. E pelo que me parece, não soltará tão facilmente. Não digo que o texto passado seja totalmente inútil agora, pois você em certos pontos citados continua o mesmo, meus amigos continuam os mesmos, eu continuo a mesma, com uma adição. Apaixonada? É, talvez. 
Você conseguiu de novo, sua isca deu certo e eu caí direitinho no truque. Meu coração foi pescado. E pensando bem, não o quero de volta, por enquanto. Fique com ele, e cuide bem. Até segunda ele ainda é totalmente teu, você sabe disso. Fique sabendo que a qualquer deslize eu o pego de volta. Ou pelo menos tentarei. 
Queria que uma coragem surreal me tomasse pra conseguir exclarecer tudo, questionar tudo, mas nada vem. Ficamos nesse "será" cada vez mais intenso, cada vez mais certo. Mas por mais certo que o será se torne, continua sendo um será. Uma dúvida, um receio, um medo. Apenas um será. 
Coração acalme-se, mente pare um pouco de me mandar milhares de ilusões por minuto sobre ele, não é pra tanto. 
Ou será que é? 

7 comentários:

Thais Miranda disse...

owwnt *-* ontem foi pacabá em! :D

More Than Words disse...

oooin. fiquei curiosa pra saber que que aconteceu ontem haha ameeei o post

Jhonie f. disse...

Pooxa comecei a ler teu blog esses dias e pust mew q's textos lindos. Parabéns muito bom

Maísa disse...

Lara, quantas vezes vou ter que dizer que vc escreve muito, muito bem??
e eu quero saber o que aconteceu ontem... como assim vc não conta?? brincadeira!!
Beijos linda

Larissa disse...

A paixão sempre muda o rumo de tudo.
E acho que não preciso dizer que sei texto é lindo, as pessoas ai em cima já disseram tudo :D

K.B disse...

Um tanto tarde mas vim retribuir tua visita...
Também já fui fisgada mas, confesso não mais entregar meu coração. Quando o fiz, o idiota esqueceu de devolver.
Parabéns pelas memórias...

Ingrid disse...

peguei