junho 19, 2010

Clichê / Novidade

Você já chegou a tal ponto de ter que lutar contra seus próprios movimentos? A ter que lutar contra suas próprias mãos para não o tocarem? A ter que lutar contra seu próprio coração, para não amá-lo?
Odeio guerras, mas essa está sendo realmente necessária. Eu te amo - odeio, é isso é clichê demais eu sei, mas o que posso fazer se é a verdade? O que devo fazer, se meus pensamentos ao mesmo tempo felizes em terem você, se enfurecem por não poder ter mais que pensamentos? Quantas questões, meu cérebro dói de ter que pensar em respostas pra você todo momento. Meu corpo dói, ele não aguenta mais tremer a cada aproximação tua. Meus olhos dóem, eles não aguentam mais apenas te admirarem ao longe. Meu coração dói, ele já não aguenta mais bater por você, sem ouvir uma resposta coerente. 
Múrmurios, algo muito, mas muito baixo é a resposta que você me entrega. 
- Você me ama?
- Você não escutou?
Minha vida está se desfazendo lentamente, de um jeito anormal você me faz feliz-triste, em questões de segundos estou irradiante com teu sorriso ao meu, e em mais alguns segundos estou a ponto de me derreter em lágrimas quando ela está ao seu lado. Não, eu nunca aprendi a dividir, desculpe mais sou assim. Se você realmente me conhesse, saberia que disso. Ou você me conhece e isso faz parte de seus planos de idiota? Ah não, obrigada, mas não aguento mais questões latejando na minha cabeça. Eu o odeio, e odeio mais ainda o jeito que me faz amar você. É, isso é clichê demais também, desculpe. Mas minha mente anda muito cheia de você pra eu conseguir inovar.
______

O blog agora se partiu em dois. Apresento então o Cagadas em Série,
o lado mais doido e idiota de se viver. Pois é, 
nem tudo são memórias fofas e melosas. 

É simples, um diário virtual podemos dizer. Agora ele está lá encima,
numa página do blog (junto com o fonte das memórias, minha memória..) 
e sempre que tiver novas cagadas eu avisarei aqui no post mesmo.
Tomara que gostem, pois eu gostei da idéia de um novo blog.
Beijos e obrigada pelo carinho!